segunda-feira, 3 de maio de 2010

O futuro do marketing está na geolocalização?

“Acreditamos que o Foursquare e os Smartphones são uma oportunidade para revolucionar os programas de fidelização das marcas”afirma Bonin Bough, responsável de marketing da PepsiCo para a área dos novos média. A marca é uma das várias que irá apostar no Foursquare com o objectivo de poder utilizar os dados relativos a localização e horários para desenvolver acções de marketing e publicidade em locais específicos.

Apesar de ainda só ter cerca de um milhão de utilizadores, a rede social de geo-localização promete crescer à mediada que os smarthphones se tornam cada vez mais comuns.

A PepsiCo associa-se ao Foursquare com o objectivo de poder utilizar os dados relativos a localização e horários para desenvolver acções de marketing e publicidade em locais específicos. Apesar de ainda só ter cerca de um milhão de utilizadores, a rede social de geo-localização promete crescer à mediada que os smarthphones se tornam cada vez mais comuns.

Quais as possibilidades?

Para as marcas, saber onde nos encontramos, a que horas saímos do trabalho, a que café vamos, é poder monitorizar e mapear o mercado em tempo real. A Starbucks, a Macy´s e a Pepsi são algumas das marcas atentas aos movimentos diários dos seus consumidores através do Foursquare. Estas lançam cada vez mais aplicações com descontos e oportunidades, elevando o grau de proximidade ao cliente.

Em Março o Fousquare lançou uma ferramenta que permite às marcas saber “quem faz check-in” nas suas lojas - calculando o número de homens e mulheres, o número total de visitantes, os dias e as horas com maior afluência. Segundo os especialistas, este tipo de ferramentas permitem às marcas tomar decisões de marketing “mais adequadas”. Juntamente com o “Plano Foursquare”, a PepsiCo irá também lançar uma aplicação para o Iphone, denominada Pepsi Loot. Através desta aplicação, a PepsiCo desenvolveu um “check-in” para os “Pepsi-serving restaurants”, através dos quais os clientes poderão juntar pontos para fazer downloads de música gratuitos. O projecto de marketing da Pepsi será lançado em Junho e pretende reforçar não apenas o conceito de fidelização mas também o de “recompensa aos clientes”, segundo comenta Bonin Bough, responsável de marketing da marca para a área dos novos média.

O “raiar” de um novo modelo de negócio

O exemplo da Pepsi é um dos vários que estão a servir de base à Foursquare, naquele que poderá ser em breve o modelo de negócio da empresa. Segundo publica o Advertising Age, a empresa tenciona passar a cobrar pelos seus serviços, direccionados a três sectores de negócio: a privados (lojas, restaurantes); cadeias de retalho; e a grandes anunciantes multinacionais (como é o caso da Pepsi).

De acordo com o mesmo artigo, para as grandes marcas, a Foursquare está já a desenvolver um sistema analítico que irá permitir saber exactamente quantos consumidores estão a visitar as lojas por influência da plataforma. A partir daí, o negócio da empresa poderá basear-se nessa informação e as receitas poderão provir do número de pessoas contabilizadas, à semelhança do que acontece com o número de cliques, nos anúncios online.

Por agora, a utilização dos serviços da Foursquare continua a ser gratuita, já que a empresa quer primeiro dar provas das suas potencialidades e educar os marketers a utilizar o serviço de forma eficiente, segundo avança o artigo da AdAge.


Fonte: New York Times / AdAge

0 comentários: