terça-feira, 26 de julho de 2011

Dicas para ser bem sucedido no estrangeiro

Se quer dominar as técnicas de exportação, em qualquer mercado há condições que tem de assumir como obrigatórias.

Não interessa se trabalha num sector tecnológico mais avançado ou num sector tradicional como o calçado ou agro-alimentar. Se a sua empresa já tem uma dimensão considerável ou se é ainda uma pequena empresa. O que interessa quando se fala de exportação é saber reagir aos diferentes mercados numa lógica de competição internacional. E exemplos não faltam em Portugal de Pequenas e Médias Empresas (PME) que ganharam dimensão e posição de destaque nos mercados internacionais e que em muito têm contribuido para o crescimento sustentado das exportações nacionais.
Para ver o artigo completo: economico.sapo.pt

Vender a Pessoas Visuais, Auditivas ou Sensitivas


Um erro muito comum entre os profissionais das vendas é tentar utilizar o mesmo tipo de argumentos e abordagem com todos os clientes. Evidentemente que este método de vendas só obterá sucesso com algumas. Clientes diferentes se sensibilizam com argumentos diferentes e, portanto, precisam de uma comunicação distinta para serem persuadidos. Para obter sucesso, o vendedor precisará desenvolver duas qualidades básicas: sensibilidade para perceber com que tipo de cliente está a lidar e flexibilidade para adaptar sua argumentação ao estilo deste cliente.



É de fundamental importância que o vendedor conheça as modalidades preferenciais dos seus clientes bem como a dominância para obter sucesso na sua tarefa de vender.



Mas como se consegue distinguir pessoas visuais, auditivas ou sensitivas? Que características as distinguem?



É o que irei explicar amanhã, não perca…