segunda-feira, 5 de junho de 2017

Monte um negócio em casa em 1 mês - 3ª Semana

Esta é a terceira parte de uma série de quatro partes sobre como iniciar um negócio em casa em um mês.

Se você perdeu as duas primeiras semanas, que trata de planejar e colocar sua base comercial, você pode revisá-los aqui:

Comece seu negócio em casa em um mês: a primeira semana 

Comece seu negócio em casa em um mês: a segunda semana

Neste ponto, você fez sua pesquisa e colocou sua base comercial, incluindo a obtenção de licenças necessárias, a criação de um site e o início de uma lista de e-mail. Durante esta terceira semana, é hora de começar a informar as pessoas sobre sua empresa criando um plano de marketing.

Dia 15 - Desenvolva seu plano de marketing 
Muitos empresários novatos não colocam suficiente estudo e planejamento em marketing. Isso é problema por três razões:
1) você perde tempo
2) você desperdiça dinheiro
3) prejudica o seu negócio

Desenvolver um plano de marketing começa pela compreensão de quem são os melhores compradores do seu produto ou serviço. Não diga que "todos" podem usar o que você tem. Mesmo que seja verdade, nem todo mundo quer ou precisa disso. Em vez disso, identifique o tipo exato de pessoa (idade, sexo, status sócio-econômico, desejos, necessidades, metas, etc.) e aprenda tudo o que puder sobre eles. Por exemplo, muitas pessoas querem trabalhar em casa, mas uma mãe quer trabalhar em casa por uma razão diferente de um baby boomer*.

A segunda parte do plano é aprender sobre o mercado para que você possa falar diretamente. Se estou desejando comercializar para mães que desejam trabalhar em casa, preciso saber por que (estar em casa com crianças?) E o que estão procurando (flexibilidade?).

Por outro lado, os baby boomers* têm um motivo diferente (apoiam a aposentadoria?). Estes pontos são importantes para saber porque os consumidores são mais propensos a responder a mensagens que respondem às suas necessidades. Finalmente, você precisa saber onde o seu mercado “anda”. Isso inclui os sites que visitam, as revistas que lêem, os lugares onde vão, entre outros fatores de relevo.

Aqui é onde você vai querer colocar suas mensagens. As mensagens genéricas em uma localização genérica serão um desperdício de tempo e dinheiro. Em vez disso, as mensagens específicas do mercado alvo fornecidas diretamente ao mercado são um uso mais efetivo e eficiente de seu tempo e dinheiro de marketing (dinheiro que nesta altura é essencial economizar onde pode e investir onde deve).

Uma vez que você tenha todas essas peças, escolha o tipo de mensagens (anúncios, propaganda, artigos, etc.) que você enviará aos hangouts dos seus mercados (sites, revistas, etc.). Lembre-se, as tarefas de marketing são diárias e fundamentais, todos os dias. Nos dias de hoje sem um bom plano de marketing, rapidamente é ultrapassado ou todos os dias, TODOS OS DIAS perde vendas para seus concorrentes que podiam ser suas.

Dia 16 - alcance a sua rede 
É sempre uma surpresa para mim quando novos empresários não contam a seus amigos e familiares sobre o negócio que estão a construir. Embora eles possam não precisar do produto ou serviço que você vai fornecer, eles poderão encaminhar pessoas que precisam. Envie um e-mail, faça uma ligação telefônica e/ou compartilhe as notícias nas mídias sociais. Diga-lhes o que está a fazer e o que você tem para oferecer e como você pode ajudá-los.

Dia 17 - Desenvolva perfis de mídia social consistentes 
Você não precisa estar em todas as redes sociais. Em vez disso, concentre-se nos que seu mercado usa (ex. real: eu participo numa empresa que as vendas aumentam em todos os produtos que são publicados no Instagram e participo em outra que o Instagram devolve resultados quase nulos, sendo nesta empresa o Facebook a rede social de maior retorno). Antes de comercializar e fazer conexões, complete seus perfis (incluindo fotos e bio) e use as mesmas fotos e logotipos em suas plataformas. Cuidado com a imagem e escreva da forma ideal para o seu tipo de cliente, não queira agradar aos outros ou principalmente a si próprio. Publique o que os seus potenciais clientes gostam... Isso permite que os potencias clientes se interessem.

Dia 18 - Criar um Plano de Marketing de Mídia Social 
Há tanto que pode dar errado nas mídias sociais. Você pode perder tempo sem resultados. Você pode acidentalmente dizer algo que perturba as pessoas. Você pode irritar seus seguidores com muitas mensagens de “comprar”. Um plano é a melhor maneira de gerenciar as mídias sociais. Seu plano deve incluir maneiras de envolver seu mercado (ou seja, pedir retorno ou compartilhar ideias) e o tempo gasto em responder ao seu mercado e outras conexões (comentários, retweets, compartilhamentos, etc.). Se não vai responder “dentro de alguns minutos, esqueça”. É ESSENCIAL a resposta rápida e objetiva, nada de respostas automáticas ou das do tipo “obrigado pela sua mensagem, iremos analisar e respondemos em breve”.

Nota: Daí EU ser contra a gestão de redes sociais por empresas que nada percebem do seu negócio, da missão e dos valores da sua empresa. Mas, é pessoal, minha opinião. Eu cuido das redes sociais de empresas onde estudei, me envolvi, acredito e me identifico com os valores dessas empresas. Apenas gostando e se identificando com as empresas se consegue transmitir “amor” pelo que estamos a fazer. Dá mais trabalho, ganha-se menos, mas dá prazer e gosto em ver um trabalho bem feito, com carinho e dedicação, como se o negócio fosse meu.

Dia 19 - envie comunicados de imprensa para mídia
Não subestime a publicidade para ajudá-lo a construir seu negócio. O comunicado é gratuito e pode fazer você parecer um especialista em seu campo. Comece enviando um comunicado de imprensa para sua mídia local, como jornais (diários, semanários), revistas e estações de notícias locais. Em seguida, identifique as publicações que o seu mercado lê e envie-lhe um comunicado de imprensa. Certifique-se de publicar seus comunicados de imprensa em seu site.

Dia 20 – Dia de confirmação Tem tudo feito? Tem família? 
Volte a ver todas as tarefas desde o dia 1 e certifique-se que tudo está feito, que nada ficou por fazer. Se sobrar tempo, saia e vá tratar de algum assunto pessoal. Distraia-se um pouco hoje. Diga à sua família para se preparar, dedique algum tempo a eles e vá passear, comer um sorvete, fale com a sua esposa/marido de forma descontraída de como ela/ele está, preocupe-se com a sua família hoje. Dê descanso ao “chip” empresarial do seu cérebro.

Dia 21 - Conheça Bloggers e Podcasters para ser convidado 
Se você verificou os sites que seu mercado visita, você deve ter uma boa lista de lugares que você pode se oferecer para escrever uma postagem como convidado ou ser entrevistado (já me pediram para serem entrevistados por mim, fizemos tudo por email e o retorno foi fantástico para ambas as partes). Quando você vai falar com um proprietário de blog ou podcaster, tenha sua ideia desenvolvida. Não basta escrever e pedir para enviar um artigo para ser entrevistado. Inclua informações sobre quem você é e o que você oferece.

Está quase...Não perca o próximo artigo.

*Baby Boomer
A Geração Baby Boomer surgiu logo após o fim da Segunda Guerra Mundial. Hoje, estas pessoas estão com mais de 45 anos e se caracterizam por gostarem de um emprego fixo e estável. No trabalho seus valores estão fortemente embasados no tempo de serviço, e preferem ser reconhecidas pela sua experiência à sua capacidade de inovação. O termo em inglês “Baby Boomer” pode ser traduzido livremente para o português como “explosão de bebês”, fenômeno social ocorrido nos Estados unidos no final da Segunda Guerra, ocasião em que os soldados voltaram para suas casas e conceberam filhos em uma mesma época.

Os Boomers também são identificados como inventores da era “paz e amor”, pois tinham aversão aos conflitos armados. Preferiam a música, as artes e todas as outras formas de cultura como instrumentos para evolução humana do que as guerras. Nos dias de hoje os pertencentes à geração Baby Boomer, em sua maioria, ocupam os cargos de diretoria e gerência nas empresas.

Por exercerem funções de chefia, e muitas vezes em nível estratégico, chocam-se diretamente contra as gerações mais jovens no que diz respeito aos seus ideais, o que ocasiona um contraste de comportamento e valores considerável, que já é apreciado com grande cuidado nos setores de recursos humanos e estratégico das organizações, que por sua vez tentam administrar positivamente os conflitos e reverter as diferenças em potenciais de atuação.

0 comentários: